Enquanto estive fora…

Não adianta, eu sumo, mas eu sempre volto! As vezes a vida é muito corrida, o tempo passa muuuuuito rápido e eu tinha mil coisas pra postar, mas acaba que eu tava ocupada curtindo a minha filha linda que cresce tão rápido que me faz morrer de saudade de quando ela era apenas uma RN.

Enquanto estive fora…#Valentinalinda se aproxima de completar 9 meses (mas já? pois é minha gente! o tempo voa), ela iniciou a introdução alimentar…

Adora uma frutinha, seja ela melancia, banana, mamão – que foi a primeira – ou qualquer outra, gosta mesmo! Já não se dá tão bem com as papinhas salgadas, ela prefere que estejam acompanhadas de um legume mais adocicado – beterraba, batata doce ou abóbora. É viciada em chupar carninha, gosta e ponto! O primeiro picolé dela foi um Molico por não ter açúcar, comprei achando que ela não fosse gostar mas ela adorou, gostou tanto que comprei uma forminha e busquei formas saudáveis, batos as frutas e coloco para gelar, ela se delicia! Com 8 meses eu dei danoninho pra ela experimentar, sei que é errado, mas ela não gostou, viu, mas em compensação banana batida com iogurte natural ela gosta! Brasileirinha a-d-o-r-a feijão com arroz. Gelatina tb gosta, mas a gelatina que eu faço é com ágar-ágar e fruta. É viciada em bolacha Maizena e biscotinho de polvilho, apesar que não sei se ela gosta de fato ou se é porque a Mel pega dela. Continua mamando em mim, logo não aceita a mamadeira, e olha…já tentei de tudo! E tudo quanto é mamadeira (avent, mam, chicco e nuk…sem sucesso!). Acho que no quesito alimentação é só!

Foi pra praia pela primeira vez com 7 meses, fomos para Salinas/PA, apesar de ter passado o carnaval por lá, por causa da chuva só fomos a praia 1x, o suficiente pra ver que ela é corajosa e não se intimidou pelas ondas!

Já eu, tenho trabalhado muito mesmo com os personalizados da Empório Papeterie, me sentindo realizada. Já voltei a me cuidar novamente e isso tá me fazendo um bem danado.

Eu vou voltando minha gente! Aos poucos eu vou voltando…🙂

Um beijo,

Priscilla.

D.I.Y: Molde dos pézinhos do baby

Dia desses revi na internet uma foto de um molde de um pézinho de bebê, eu já tinha a intenção, porém sempre me esquecia, até que no dia em que a Valentina fez 3 meses decidi fazer, a receita em si é super fácil, mas tive contratempos por isso não postei antes. O primeiro que fiz no dia 19, errei e levei em forno alto por 1 hora, a massa acabou estufando, assando e quando marido viu estava um biscoito. 1 semana depois de fazer pintamos e enquanto secava a pintura adivinhem??? A Mel comeu um pedação…Mel levadinha…aí refiz e achei que seria melhor se ela secasse sozinha…1 semana depois e nada dela secar!

Aí veio a chuva, ela ficou mais úmida do que já estava e eu cansada de esperar decidi colocar pra assar 2h e 30 min no forno baixo, aí logo ela ficou preta, não estufou e daí eu pude pintá-la, mas não tinha tinta branca, fui de platina (que era pras minhas bolas de natal, mas não pegou)

Ta aí o resultado e já está no quartinho dela minha lembrança dos 3 meses dela. Parece que ela tem só 4 dedos né? Mas é pq um deles ela não afundou na massa tanto quanto os outros e nessa foto a profundidade dele não apareceu.

1169231_542845082467703_1269694995_nUma fita de cetim pra decorar e voilá, um pézinho de recordação e a receita é fácil:

1 xícara de chá de farinha de trigo

1 xícara de chá de sal

1/4 xícara de água

Amasse até ficar homogêneo, molde da forma que preferir, se for pendurar ou usar fita, faça também um buraquinho em cima. E coloque o pézinho ou a mão do baby. Devo admitir que não é fácil, eu remodelava a massa toda hora na 1a vez (a que a Mel comeu) na segunda fui bem mais experiente hahahaha.

Priscilla.

#HousewifeTop5: Produtos da Área de Serviço

Prometi que ontem entraria a receita do molde do pézinho, mas eu tive um contratempo com o meu, e não consegui postar com fotos, e tentei de novo, vamos ver se dá certo, e hoje ainda posto a receita. Mas pra compensar, um post sobre minha vida de dona de casa, hahahaha. Ai eu me mato com isso, sério, mas já que é pra ser mãe-amélia-blogueira e designer de lembrancinhas (não posso esquecer dessa qualificação, #maridoadora!) vamos ser com fé.

Então que há pouco aprendi algumas coisas de dona de casa, tem umas que funcionam super bem para nossas mães e sogras, mãããs, eu tive que ver o que funcionaria pra mim, e listei o Top 5 das coisas que eu uso aqui para lavar roupa, coisa que eu detesto fazer (o problema nunca é colocar as roupas na máquina, essa parte é fácil, o problema é tirá-las e esticá-las no varal). Então segue aí:

mont

1. Omo Concentrado: Eu prefiro sabão líquido a sabão em pó, prefiro porque acho que eles deixam um cheirinho por mais tempo nas roupas e não sei, não mancham como o sabão em pó. Depois da Valentina aprendi que mesmo lavadas à máquina as roupas em que a lavagem é feita com sabão em pó podem manter algumas partículas de sabão, isso pode manchar (e no caso dos bebês dar alergias), logo preferi substituir tudo de uma vez.

2. Amaciante Ypê: Eu adoro amaciante, mas com o preço do Comfort aqui – R$12,00 aquele grandão sem ser o concentrado, não dá né? – acabei optando pelo Ypê branco de tampinha rosa, ele tem um cheirinho super gostosinho. E eu posso não saber muito da vida de dona de casa, mas minhas roupas sempre sempre sempre ficam cheirosinhas, pelo menos isso. (Quando eu não as esqueço na máquina e tenho que lavar de novo, hahaha, acontece!)

3. Ola Bebê: É claro que o sabão que uso nas roupas da Valentina iria entrar aqui não é mesmo? Eu adoro adoro Ola Bebê e o cheirinho dele, continuo usando mesmo sabendo que pra cá talvez não seja o ideal, já que a água daqui cai na máquina daquela cor (marrom, oi?) e algumas vezes mancha a roupa da baby de sujeira, mas eu tenho um truque pra tirar e é o próximo produtinho do top5.

4. Vanish Max: Uso aquele Vanish de litro mesmo sabe? Eu uso em todas as lavagens de roupas coloridas minhas e do Hanieri, e nas roupinhas da Valentina que mancham deixo de molho antes de ir pra máquina, enxáguo e depois coloco o Ola Bebê. Isso em roupas coloridas, claro!

5. Vanish White: Em roupas brancas, lençóis brancos e até em algumas roupas brancas da Valentina (daquele jeito que disse acima), uso o Vanish White. Minhas roupas tem ficado branquinhas graças a Deus, mas sempre que vou pra casa da sogra e da mãe elas ainda conseguem desencardir ainda mais minhas roupas, hahahaha. É o tal do mais branco em até 5 tons. (De cinza eu até conheço outros tons #50tonsdecinza, mas branco e preto jurei ser um só, me enganei!)

Esses são os produtinhos que eu uso na minha área de serviço pra lavar roupa, sabe? Já testei muita coisa, e sou doida para testar aquele Ariel Pods, mas o preço amyyyygo #sóquenão e a consciência não me deixam comprá-lo, mas também acho que aqui na minha cidade não chegou ainda. Enfim, para as que estão levando uma vida igual a minha, o que vocês usam e dá certo para lavar roupas?

Priscilla.

Christmas time is here…

E chegou a melhor época festiva do ano: o Natal! Eu amo amo amo Natal, e aqui ano passado marido e eu “fundamos” a tradição de todo dia 2 de Novembro montar a árvore. Aí pensa na minha empolgação pra montar a primeira árvore de Natal da Valentina? Eu era a ansiedade em pessoa e desde de agosto vinha pesquisando decoração pra fazer na minha, hahaha.

Como ano passado eu gastei muuuuuito com a árvore e a Valentina ainda não entende bem isso decidi que não iria trocar os enfeites, mas que sim, iria fazer diferente, e pra isso selecionei metade das minhas bolas (que eram todas prateadas) e pintei com spray. Coloquei no varal e tchááá spray dourado antigo. Como minhas fitas do ano passado eram pratas comprei fitas novas em dourado e pérola com dourado. Com a dourada rodeei a árvore,  com a pérola fiz lacinhos e o lação do topo. De novo, novo mesmo, a árvore da família “Diniz de Freitas” ganhou só a ponteira (a do ano passado era maravilhosa mas era prata e não se destacava tanto quanto essa estrela. – ano passado era um floco de neve aramado com glitter!)

DSC01593DSC01594DSC01598DSC01596Eu acabei estranhando inicialmente a árvore, mas ela pessoalmente tá tão vistosa, que amei fazer ela em dourado e prata. Estou satisfeita com minha evolução pra montar árvores hahahaha. Ano que vem quero fazer uma especial pra Valentina, pra ela se divertir montando comigo. Olha ela e a Mel…

DSC01617Mamãe morde!

Espero que gostem…

Priscilla.

#PrinaCozinha: Bolo de Tapioca!

Nossa, que prendada…fiz 2 receitas em 1 semana, hahahaha. #gordinhafeelings. Esse bolo foi assim…uma busca de quase 8 anos, calma eu explico. Em 2006, fui com a família para Porto Seguro, e curiosa que só comi um bolo/pudim de tapioca com coco e leite condensado que nunca me esqueci e que infelizmente nunca provei igual. Na ocasião achei que a tapioca era só aquilo, e quando Hani foi comigo comer uma tapioca eu logo estranhei como veio. Aí mudei pra cá, aqui tem muita tapioca ou bejú, aí minha mãe descobriu o nome do santo doce que eu comi em Porto Seguro e decidi fazer, errei a 1a vez, quando meus sogros estavam aqui, mas dessa vez acertei. Então aí vai a receita:

Foto do Instagram :) Orgulhosa da minha delícia kkkkk

Foto do Instagram🙂 Orgulhosa da minha delícia kkkkk

250g de farinha de tapioca (aqui é facil de achar no supermercado, não sei em outros lugares, se não me engano a Yoki  tem)

1 litro de leite (usei um tiquinho menos, talvez umas 800ml)

1 1/2 Lata de Leite Condensado

150g de coco ralado desidratado, sem açúcar

Modo de fazer:

Coloque o leite e uma lata de leite condensado para ferver, assim que começar a fervura desligue, coloque 100g coco ralado e a farinha de tapioca. Ela vai amolecer e absorver o leite, depois coloque numa forma de pudim, e leve ao congelador por 1 hora. Não se desespere se ficar líquido demais, é assim mesmo, como eu disse a tapioca vai absorver o leite e vai inchar. Depois de 1 hora no congelador (ou 1 hora e meia na geladeira) pode desenformar. Daí eu usei um pouquinho de leite condensado para decorar e por cima joguei mais um pouquinho de coco ralado.

Aí pode servir, yummi yummi.

Juro que se eu soubesse que essa receita era incrivelmente fácil eu não teria esperado 7 anos e meio para tentar fazer. Muito fácil né? Tem gente que gosta de colocar erva doce, eu não coloquei nada além do que passei na receita. Ficou muito gostoso. Sem desculpas para tentar em casa! Se eu, uma pessoa que foge da culinária consegui…imagina quem gosta de cozinhar então!?

Priscilla.

ps: Essa semana eu posto minha árvore de natal em detalhes, e a pedidos a receita da massa para moldar o pézinho do bebê (aconteceu uns contratempos com o meu, hahahahaha)

Hmm, banho bom!

Valentina toma 2 banhos ao dia, Valentina toma 3 banhos ao dia quando está muito quente, Valentina adora água, Valentina não quer mais sair do banho.

Essa tem sido uma verdade universal aqui pra mim, graças a Deus eu tenho uma filhinha que adora tomar banho, que adora brincar com água, que se diverte no banho, e quando conversamos com ela então…dá aquele sorriso gostoso, maroto, fofa demais, me derreto mesmo! Ela já tomou banho de chuveiro, já entrou em piscininha e até banho de bacia, mas aqui curtimos mesmo é o banho de banheira. Mesmo ele sendo mais trabalhoso. 1x ao dia lavo a banheira com álcool, e nos 2 banhos ao dia limpo só com água para voltar a encher.

A banheira dela é a Ipanema da Burigotto e é a banheira que eu recomendo a todos. É grande, ela ainda toma banho deitadinha sobre meu braço e cabe direitinho, mesmo quando joga as pernas na borda e empurra o corpo pra cima pra brincar. Acaba que eu não usei os acessórios, mas vou tentar usar o assento novamente eu aprendi a dar banho sem ele e depois que pegamos o jeito…ihhh fica difícil largar o vício.

ipA rotina do banho foi a primeira que eu estabeleci e deu muuuuito certo aqui: Acorda dá tchau pro papai que vai trabalhar e toma banho, antes das 8h, geralmente esse banho eu dou com o sabonete da Granado, que já até fiz resenha aqui. No final de semana saimos um pouco da rotininha, mas em sumo o banho matinal é assim..ela brinca bastante, eu canto e converso com ela e a gente se diverte muito!

Se o dia tá muito quente…tem banhozinho a tarde, só pra brincar. Mas como as vezes rola do pescoço ficar vermelhinho…uso o sabonete em barra da Cetrilan, gosto muito. E o banho da noite, é dado com Johnsons hora do sono, esse banho é dado as 18:30, 19h, e é mais calmo, mais relaxante, super delícia. Ela já sai da água coçando o olhinho de sono e bocejando.

Ah os banhos…são momentos deliciosos que tenho com ela dentro d’agua!

DSC01070

Priscilla.

#PrinaCozinha: Arroz Doce

Eu sou doida por arroz doce, não fosse o pudim de leite condensado e o brigadeiro ele seria meu doce favorito. Passei a gravidez inteira na vontade, mas eu só vejo graça de comê-lo se for com canela polvilhada, e por causa disso tive que abolir. Mesmo as pessoas falando que em pequenas porções não faria mal, eu cortei tudo o que poderia prejudicar meu bebê.

DSC01554

Depois que eu tive a Valentina, fiquei muito afastada da cozinha, não que eu fosse uma cozinheira de mão cheia, mas eu descobri que eu gosto mesmo é de fazer sobremesas (porque comidas salgadas precisam de tempero, e eu detesto mexer com cebola e alho, sabe? nunca fica agradável aos outros, exceto as massas!) Aí hoje eu com aquela vontade de comer algo doce, e totalmente sem leite condensado em casa, pesquisei e decidi fazer um arroz doce! Anota aí, essa receita não leva leite condensado, viu?

1 xícara de arroz

3 xícaras de água

1 xícara de açucar

1L de leite (eu coloquei um pouco menos, pra ficar mais cremosinho)

Quanto baste de canela em pó para polvilhar

Modo de fazer: Lave e escorra o arroz, e coloque-o para cozinhar só com a água. Depois que secar adicione o leite e o açucar, não precisa ficar mexendo mas é melhor tomar cuidado para não sujar todo o fogão com o leite que sobe (só pra constar: aqui em casa não aconteceu isso, mas é melhor avisar as “Priscillas na Cozinha” de plantão, hahahaha)

E…tcharã…pode comer quente ou pode colocar pra gelar, eu comi o primeiro quentinho e depois coloquei na geladeira!

DSC01555 DSC01556

Uma sobremesa fácil e gostosinha!

Ah, eu não ando sumida do blog, mas eu tenho me dedicado muito à Valentina e à Empório Papeterie. Fora isso ainda sou dona de casa agora, hahahaha.

Priscilla.

Valentina e a Mel

Antes de ser mãe da Valentina eu era mãe da Mel, uma shitzu fofa de 4 aninhos. Melzinha foi sim criada como filha, a ponto de me descabelar quando não passa bem. Quando engravidei fui firme a decisão de não me afastar dela, ignorei veemente os comentários dispensáveis de que grávidas e cachorrinhos não podiam conviver juntos, e a peguei no colo durante toda a gestação (ela era o peso que eu pegava…7,5kg de pêlos!). Ainda grávida decidi que não a privaria de nada por causa da neném, porque claro, elas teriam que conviver em harmonia, e a Mel é um cachorrinho inofensivo e super dócil. Só que claro, enquanto ser humano eu erro, e um dos meus maiores erros tem sido não conseguir dividir minha atenção com a Mel…a atenção que ela obtém é tão pequena que ela tem sentido. Valentina é quase uma high-need baby, passa o dia inteiro no colo, e no fim do dia minha coluna está acabada, e pra Mel sobra apenas um passeio e alguns carinhos, que em vista do que ela tinha antes, estão mínimos.

Melzinha descabelada e Valentina!

Melzinha descabelada e Valentina!

Eu fico chateada com a situação, e muito. Não a privo de nada aqui, ela tem livre circulação em todos os cômodos da casa e sei que já está se apegando a irmãzinha Valentina, mas a Valentina ainda não descobriu a Mel, o que torna a Melzinha ignorada por um bebê de 3 meses. Aos 5 dias de idade Valentina e Mel tiveram o primeiro contato, marido deixou a Melzinha cheirar a baby que estava super hiper mega enrolada em mantinhas. Nos dias seguintes Mel decidiu vigiar aquele ser desconhecido de perto…Valentina chorava e lá estava o shitzu de guarda, pra ver o porque aquele indivíduo estranho estava resmungando. Era muito fofo.

Hoje em dia, enquanto Valentina brinca seja na cadeirinha ou no ginásio Melzinha faz questão de estar por perto, mas claro, não tem sido só esse mar de rosas. Graças a Deus ela não tem raiva da Valentina, pois continua sendo um ser estranho, a quem ela vigia, mas ela tem nutrido acho eu que rancor de mim, e pra me chamar atenção vai ao quarto da Valentina (que é o único cômodo que ela sabe que eu ficarei brava!) e tem feito xixi e cocô. Eu já briguei, deixei de castigo e ela parou, mas voltou a fazer vez ou outra e eu percebi que não adianta chamar a atenção, eu tenho falhado com ela.

Essa noite achei o cúmulo pois a Valentina chorou as 4 horas da manhã, quando fui pegá-la em seu quarto notei a porta escancarada (enquanto isso a Melzinha dormia tranquila na MINHA cama!), logo percebi que o shitzu tinha passado por lá antes de acampar na minha cama, não só fez xixi como fez cocô. Entreguei a Valentina para o pai e limpei. Estou chateada com a Mel por essas atitudes, mas sei que ela não faz por maldade, faz pra ter minha atenção. Acho que agora vou me empenhar mais para dar mais carinho a ela e resolver essa situação. Inclusive a partir de hoje Melzinha dormirá no quarto da Valentina, hahahaha. E em breve eu volto pra contar como elas estão desenvolvendo.

Priscilla.

E ela faz 3 meses!

3E hoje é dia de festa por aqui…nosso bebê delícia faz 3 meses de pura fofura condensada em um corpinho de bebê. Eu sou mesmo abençoada em ter tamanha delícia em casa, vamos ao resumo desse último mês que já se foi? (Como passa rápido né?)

  • Bebezão tá com 6,200kg, e a última vez que medimos estava com 63cm, só cresce e engorda, uma fofura! Meus braços e coluna já estão desesperados com minha chumbinho, hahaha, logo acostuma né?
  • Ela ta perdendo cabelo ainda, que triste…podia parar né? Mas ao mesmo tempo que tem caído, tem nascido…só que mais claro!
  • O olho continua clarinho, lindo! E tem dia que tá mais azul, tem dia que tá mais esverdeado. Nunca consigo tirar foto com exatidão, #shameonhx1 (culpe a câmera e não a fotógrafa hahaha)
  • Já ensaiou várias gargalhadas mas não sai gargalhando gratuitamente por aí.
  • É super risonha.
  • Adora as mãos, e não pode bobear que elas estão na boca. #maozinhasgotosas
  • Adora ver tv e fica vidrada na galinha pintadinha…é um pó pó pó sem fim…kkkkkkk

Vou ser sucinta pois enquanto escrevo este texto ela mama…então: parabéns amor da minha vida!

Priscilla.

 

Empório Papeterie: Festas Personalizadas

empprof

Semana passada eu disse no último post que ia contar mais sobre minha nova empreitada né? Eu sempre fui apaixonada por festas infantis, não só pelos doces (hmmm…brigadeiro, algodão doce…) mas por causa das cores, tema, e alegria das crianças. Depois que a gente é mãe a gente passa a dar mais valor ao sorriso dos nossos filhos e dos filhos dos outros, pois transmitem a mais pura sinceridade. Um encanto!

Unido ao mesmo gosto por festas infantis está o meu gosto por personalização e photoshop. Acho que festa personalizada exala fielmente o que você quer transmitir e toda uma exclusividade né? Quando engravidei personalizei tudo, e agora vou personalizar as festas de vocês…chás de panela, festas de aniversários, e qualquer outro evento (corporativo ou não)

Foi a partir daí que nasceu a Empório Papeterie, minha empresa de personalização! Qualquer tema, com sua personalidade, com a sua cara, do seu gosto, e com personalização exclusiva!

Bora curtir então? Clique aqui para ir pra fan page no Facebook, ou aqui para ir para o blog.

Te espero lá,

Priscilla.