Só mesmo estando grávida!

Hoje foi um dia daqueles em que você descobre que antes mesmo do bebê nascer já é mãezona! Várias vezes fui ao médico e torcia para não ter que fazer hemograma, ou adiava a ida por causa do hemograma. Vacina então…era do tipo que acabava apavorando as pessoas por causa do meu nervosismo para tomar vacina. E como lidar então com as agulhadas e picadas sendo que você tem pressão baixa e as idas nos hospitais as vezes são necessárias? Não lida! Fica em casa e tenta deixar passar a crise, e quando ia sempre saia reclamando de dor, dos braços roxos, da falta de cuidado dos técnicos em enfermagem. Eu era assim…

Eu ainda sinto dor, mas não reclamo dela, ou melhor, aprendi a suportá-la de forma menos manhosa por causa da minha filhinha. Sempre fui daquelas que tem veias fininhas e difíceis de pegar, como as de criança, sempre fui daquelas que tem mais medo de agulha e de tirar sangue que uma criança amedrontada (O Hanibaby tá aí pra provar que eu sou era mole mole!). Sempre perdiam minhas veias, sempre tinham que tentar novamente em outro braço, chegou ao ponto uma vez de a técnica em enfermagem ter que chamar o enfermeiro por não conseguir abrir o soro sem estourar a minha veia! Fresca né?

Hoje eu percebi que tudo mudou, mesmo eu já notando de uns tempos pra cá. A primeira picadinha que eu tomei nessa gestação foi em dezembro para confirmar a gravidez, o tal do Beta HCG, eu já sabia que estava grávida, me sentia grávida, mas mesmo assim quis fazer o beta quantitativo, tirei sangue sem pestanejar e comentei com a auxiliar lá que era mole, mas que não havia sentido dor alguma! Depois vieram os exames de rotina, que eu também tirei de letra…Aí veio as vacinas: Anti-tetânica e Hepatite B, eu só fui sentir o incômodo apenas da Anti-tetânica depois que tomei, aí me lançam a campanha de vacina contra a gripe, fui lá e tomei toda corajosa.

E hoje a prova-mor do meu medo sendo deixado para trás: exame de curva glicêmica, o nome não sei se bate, mas é aquele do líquido. 12 horas de jejum, eu mortinha de fome, poderia tomar um plasil no meio da noite para evitar ânsia, mas optei por  não tomar remédio (essa gestação o único que tomo é o Materna, nada nem de tylenol) cheguei lá colhi sangue e ela deixou o escalpe, tomei as 75g do pior líquido que já bebi (na coragem e na garra) e claro que depois da 2a. retirada de sangue a veia não aguentou e rompeu, o que me deixou com o 1o. roxo do dia, mas nem liguei. No último eu tive que furar novamente o braço, nem liguei novamente, e cá estou com os 2 braços roxos e nem ligando, mas…eu ainda faço manha, mas só pra família!

Estou orgulhosa de saber que estou mudando por ela! Me tornando menos fresca, mais mãe, menos preocupada comigo e mais preocupada com ela! Só o amor mesmo pra fazer a gente mudar assim…

28 semanas e 5 dias <3

28 semanas e 5 dias❤

ps: Hoje entramos oficialmente no 3o. trimestre, falta pouco para a princesinha chegar…cada dia mais ansiosa. Agora contando as semanas, pois se eu ainda contar os dias vão me achar louca! Hoje fazemos 29 semanas de amor verdadeiro.

Priscilla.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s