O dia das mães: esperando!

dia_da_mae

Não sou daquelas que acredita na frase: “quando um bebê nasce, nasce uma mãe!”  Poxa, que mentira! Sou mais daquelas: “uma mãe nasce quando descobre que gera uma vida!”. Eu me senti mãe a partir do momento em que vi as listrinhas no teste de fármacia e fui dormir feliz da vida, me senti mais mãe ainda quando escutei o coração do meu bebê pela primeira vez galopante à 159bpm, quando descobri que era uma menina – minha princesinha! – e quando eu senti ela mexer e se esticar dentro de mim.

Eu sei que sou mãe porque eu me empenho na montagem do enxoval dela, eu abro mão de coisas pra mim pra comprar pra ela, eu não me importo de perder algumas horinhas de noite de sono por causa da falta de posição pra dormir, tampouco pela lerdeza ao andar – já que agora eu não consigo mais andar rápido e faço tudo com calma! Eu sei que sou mãe quando o meu mundo parou de girar ao meu redor e ao redor do meu marido para girar ao redor da nossa pequena! É pra ela que estamos nos esforçando para sermos pessoas melhores.

Há quem diga que isso ainda não é ser mãe, mas eu prefiro achar que é sim…o caminho perfeito para a maternagem plena! Ser mãe pra mim está sendo uma realização, e saber que tão nova eu conquistei meus sonhos…um marido que é meu centro de equilíbrio e carregar comigo um coração a mais. Esse então é um dia das mães marcante pra mim.

Recebi mensagens desde que o relógio soou meia noite, marido mandou um recado no facebook (coisa que ele não faz, não faz mesmo tá, achei até que ele estava equivocado em falar que tinha me deixado recado, mas eu que estava grogue de sono!) que eu achei tão maravilhoso que vou compartilhar aqui, ele se passou por Valentina e me arrancou lágrimas, como não amar essa família linda que Deus me deu?

Oi mamãe, te amo!!! Saiba que te amo desde o primeiro minuto que você tocou em sua barriguinha e sentiu que eu estava aqui. Te amo por ser a melhor mãe do mundo, você já cuida de mim, já chora por mim, se preocupa, e faz tudo para que eu esteja bem.
Obrigado mamãe por me fazer sentir a melhor pessoa do mundo, e estar preparando com tanto amor minha chegada, estou aqui crescendo cada vez mais, ficando fortinha. Que nestes dias das mães, seu primeiro dia das mãe, como mamãe você se sinta mais completa, pois ainda vou te dar muito trabalho mamãe. Não vejo a hora de estar em seus braços, sentir seu amor, brincar de guitar hero com papai, ser proibida de mexer no PS e na TV do papai, usar sua maquiagem, calçar seu sapato e sair andando pela casa, enquanto você corre atrás de mim, e tantas outras coisas.
E por tudo, que você tem feito por mim, por tudo que eu sei que sente, por todas as vezes que conversa comigo queria dizer obrigado e te amo.

Feliz dias das mães…versão eu aqui na sua barriguinha

Apesar das comemorações durante o dia não terem sido aquelas que imaginei, só de poder sentir o show que Valentina deu mais tarde mexendo valeu o dia. Então parabéns atrasados a todas as mamães do mundo, em especial aquelas que eu tanto amo: a minha mãe, a minha sogra, minha cunhada, minhas avós, bisas, tias…e pela primeira vez eu posso dizer: #tamojunto! hehehehe.

One thought on “O dia das mães: esperando!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s