E a chupeta? Sim ou Não?

Esse post é pra eu lembrar-lhes que sou mortal, e atire a primeira pedra quem não ficou na mesma indecisão que eu!

chupeta

Adoro começar o post com drama, dá toda uma sensação né? hahahaha.  Quero lembrar-lhes que enquanto humana eu não gosto de chupetas, não acho bebê bonito com chupeta, acho que a chupeta deixa o bebê engraçado, o trem é muito maior que a boca dele por fora, não não e não! Eu enquanto Priscilla (aquela sem filhos, que obviamente ficou a 9 meses pra trás) não gosto e não ofereceria a chupeta.

Aí que eu combinei com marido que não, Valentina não pegará chupeta, combinamos que sim, mesmo que ela seja uma criança birrenta, chorona e inquieta que aguentaríamos firmes e fortes o compromisso de não destruir a arcada dentária da nossa herdeira. Aí que…vovós são muito persuasivas, titias também e falaram falaram falaram na minha cabeça, que eu, Priscilla mamãe da Valentina abri uma exceção para a minha filha pegar a chupeta: se ela chupar o dedo prefiro a chupeta! Aí que essa mesma Priscilla-mamãe se vê quase achando fofo criança com chupeta.  (Aqui cabe uma história: tenho uma sobrinha Manuela, de 1 ano e 6 meses, e que adora uma chupeta, já cansei de ver quantas vezes tiraram a chupeta dela e devolveram, e eu acho fofo como ela “gira” a chupeta na boca! #shameonme)

Li a respeito e cheguei a conclusão que vou oferecer chupeta para a Valentina nos seguintes casos:

1. Se ela demonstrar afeto excessivo pelas mãos e por algum dedo, criança chupando dedo não dá não dá e não dá mesmo!

2. Se ela começar a fazer o meu peito de chupeta! (Eu fiz isso com a minha mãe, hahaha)

3. Se ela for nervosa demais, daquelas que são inquietas e que nada acalma (nem mesmo a ovelha linda da cloud b que mamãe comprou – falando nisso estou louca pra montar o berço desmontável e já colocar a ovelha lá preparada para a função nana-Valentina, hahaha)

Todas as opções acima estão condicionadas ao fato de ela aceitar ou não a bendita da chupeta (apenas nas condições descritas aí oh!). Eu observei um padrão peculiar que geralmente os primeiros filhos não pegam chupeta com tanta facilidade quanto os segundos, ou eu observei pelo ângulo errado, de que talvez as mamães tenham idéias parecidas com as minhas agora.

E então, que chupeta?

Conversei com minha madrinha que há 24 anos cuida da minha dentição e eu coleciono orgulhosa o título de nunca ter tido cáries na minha vida! E ela me disse: oferece, é bom porque acalma (ela não tem filhos, tá? hahaha), mas tire lá pelo 1o. ano, e hoje em dia existem chupetas que não prejudicam tanto a arcada dentária.

Lá vai eu atrás de chupetas que fossem boas, mas digo logo, comprei 2 apenas, porque vai que ela não pega? Comprei então uma da Avent – aquela que vem no kit, aquela prática que não ocupa espaço na bolsa porque tem uma capinha apenas pra proteção do bico. Comprei também uma da MAM, escolhi o modelo Perfect porque o nome diz tudo, né minha gente? Ele é 60% mais fino que os outros modelos, e vem com uma caixinha que é auto-esterelizável (3 minutos no microondas com água dentro e pronto!)

Qual ela vai achar melhor eu não sei, já que eu não pretendo mesmo oferecer chupeta pra ela sem bom motivo, só sei que seguro morreu de velho e é melhor ter do que passar necessidade!😉

Priscilla.

3 thoughts on “E a chupeta? Sim ou Não?

  1. oie
    esse assunto gera muita contradição rs
    no Bryan eu dei. Achei que ia ajudar a acalmá-lo, achava bonitinho e ofereci assim que cheguei em casa. Ela atrapalhou em termos de amamentação, já que houve confusão de bicos e com 4 meses ele largou meu peito. Pra completar se tornou um tremendo pé no saco a criança só dormir com a bendita. Um dia a gente esqueceu ela em casa, e fomos para um casamento, e ele passou mais de 4h chorando, isso porque ele não tinha nem 10 meses. Fora quando ele dormia, e a bendita caia…nuss, era um chororô do caramba, e lá ia a mãe zumbi colocar a bendita de volta. Antes de completar 2 anos eu tirei. Ele estava mega viciando, e pra completar mordia a bichinha, e toda semana eu tinha que comprar uma, o que gerava um gasto alto, já que ele usava a da MAM. Ele chorou uma semana e esqueceu…me livrei do aborrecimento. Agora com a Bebela, marido cismou que ia dar. Comprou uma chupeta rosa da MAM, linda, maravilhosa e cara, e a bichinha nem tchum. Ela só mama peito, e te digo: nunca fez ele de chupeta, até porque eu acho que é o contrário, a criança faz a chupeta de peito, já que ela não sabe nem o que é uma chupeta, e o peitcho tá lá pra ela chupar né…isso ajudou porque sempre que ela chorava, ou mostra uma insatisfação, eu colocava no peito, o que gerava mais leite, e assim iamos. Ela dorme tranquilamente, sem estresse da mãe ter que pegar chupeta que caiu, e fica super de boa o dia inteiro. Conclusão: prefiro mil vezes minha experiência com a Bebela. Mas cada um é cada um. Eu tmb acho fofinho criança de chupeta, mas a minha filha não hahahah
    bjos

  2. Evite. Se der que seja só para dormir e depois que dormir tire. Atrapalhou a amamentação e em pouco tempo não quis mais o peito. Ainda estou deprimir com isso. Mãe de primeira viajem, achando estar no controle de tudo, pouca orientação, me dei mal.

    • Eu bem que tentei evitar, mas aí veio o dia em que as cólicas começaram, depois veio a decisão de colocar a chupeta. Eu tentei Avent, tentei Mam, tentei inclusive a NUK Genious por último, e pra minha felicidade ela não pegou…agora as cólicas passaram e ela não usa chupeta.🙂 eu estou bem satisfeita. hehehe. Obrigada pelo comentário

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s